Ir para o topo

Compartilhe

ATRICON aprova resolução que fortalece o controle externo na gestão florestal

Fruto de parceria com a Transparência Internacional - Brasil, medida pode aprimorar combate à corrupção e irregularidades ambientais.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Fruto do Acordo de Cooperação firmado com a Transparência Internacional – Brasil, a Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (ATRICON) aprovou uma Resolução com diretrizes para uniformizar procedimentos e efetivar o papel do Controle Externo na gestão florestal.

A medida foi construída a partir de um trabalho conjunto entre tribunais de contas e a sociedade civil, que contribuíram com as discussões em uma comissão coordenada pelo TCE Amazonas onde participaram organizações como a Transparência Internacional – Brasil, Imaflora e Observatório do Código Florestal.

Com as novas diretrizes, os Tribunais de Contas do país inteiro podem agora aprimorar seus regulamentos, procedimentos, ferramentas e práticas de controle externo de maneira uniforme para contribuir também na gestão florestal em temas como combate ao desmatamento, regularização ambiental de imóveis rurais, exploração florestal madeireira e fiscalização ambiental.

Os Tribunais de Contas brasileiros têm um papel fundamental de estímulo à integridade e combate à corrupção, inclusive nos temas relacionados ao meio ambiente, uso da terra e infraestrutura.

As ações deste projeto, apesar de se focarem na região amazônica, se estenderão e trarão um aprimoramento das ferramentas de controle externo na gestão florestal também às outras regiões do país.

A Resolução Diretriz está publicada na íntegra no site da ATRICON.

Posts relacionados